Nota de Esclarecimentos aos ipuenses sobre a vacina contra a COVID-19.

O Governo Municipal de Ipu, na pessoa do Prefeito Robério Rufino divulga importante “Nota de Esclarecimento” a população de Ipu.

Segue a Nota: (..) “É do conhecimento de toda a população mundial a expectativa gerada em torno da pesquisa e produção da Vacina contra a COVID-19, doença causada pelo vírus SARS-Cov – 2, popularmente conhecido como Coronavírus. O mundo inteiro aguardava por este momento e, não seria diferente em nosso país, estado e município, haja vista todos termos sido atingidos direta ou indiretamente pelos danos que essa doença trouxe a toda a população mundial, principalmente no tocante às perdas de familiares e entes queridos.

Num país de dimensões continentais, a logística de compra, distribuição e vacinação seguem critérios baseados nos estudos realizados para garantir a segurança dos vacinados, obviamente, mas também objetivando dividi-los em grupos, já que seria impossível produzir quantidade suficiente para todo o país de uma só vez.

Os grupos prioritários de vacinação contra INFLUENZA (ou H1N1, ou Vacina da Gripe), por exemplo, tem seguido essa logística, e, baseados nas campanhas de vacinação anteriores, foram feitos levantamentos pelas secretarias municipais, regionais de saúde, secretarias estaduais de saúde e Ministério da Saúde, a fim de prever o quantitativo de doses a ser encaminhado para cada estado e /ou município; e, apesar de sabermos que não receberíamos o quantitativo de 100%(cem por cento) das doses previstas, a Secretaria Municipal de Saúde, através das Coordenações de Vigilância em Saúde e Imunização, Atenção Básica, Assistência Farmacêutica, entre outros setores, montaram o PLANO MUNICIPAL DE OPERACIONALIZAÇÃO DA VACINAÇÃO, fazendo aquisição do material e insumos como caixas térmicas apropriadas, seringas, agulhas, equipamentos de proteção individual – EPI, entre outros, para a realização da Vacinação, tão logo esta fosse possível. O Município de Ipu, nesta primeira fase preconizada pelo Ministério da Saúde, prevê a vacinação de cerca de 2.367 pessoas ( 75 a 79 anos = 695; Trabalhadores da Saúde = 649; e Pessoas de 80 anos e mais = 1.023). No entanto, recebemos a informação através da Superintendência Regional Norte SRNOR – Sobral – 11ª ADS, à qual nosso município pertence, de que, neste primeiro momento, os municípios receberão o referente a 34% do total de doses para vacinar, inicial e prioritariamente, os PROFISSIONAIS DE SAÚDE do setor Hospitalar (Emergência, Serviço de Atendimento a pacientes de COVID-19, UTI’s, etc).

Portanto, mediante os números supracitados, neste primeiro momento, não receberemos mais que 221 doses (segue planilha em anexo), para que possamos iniciar o quanto antes a vacinação destes profissionais da “linha de frente”. Para que não haja a procura imediata da população que está prevista na 1ª Fase de Vacinação, esta Secretaria de Saúde vem a público esclarecer que as doses virão, mas não em seu quantitativo total, e seguirá a logística preconizada pelas instâncias superiores como explicado anteriormente.

Estaremos à disposição para quaisquer outras dúvidas que surjam e, firmamos o compromisso de manter a população informada através das mídias/redes sociais oficiais e imprensa local, primando sempre pela transparência total dos fatos e das providências a serem tomadas.

Ipu, 18 de Janeiro de 2021.

Sebastião Rufino

Secretário Municipal de Saúde”

** Postagem de Afrânio Soares

Notícias recentes

Prefeito Robério Rufino participou nesta terça (20) da entrega “Cartões Nutricash” do Programa Ceará sem fome.

O Governo do Estado do Ceará revelou uma importante atualização nos critérios que regem a seleção dos beneficiários do Cartão Ceará Sem Fome, visando ampliar o acesso a recursos alimentares para aqueles em situação de vulnerabilidade. O anúncio foi feito pelo governador Elmano de Freitas, em conjunto com a primeira-dama Lia de Freitas, como parte