Notícias

Conheça os números do NASF, CAF e CRESUS de Ipu.

POR AFRANIO SOARES | 07 DE NOVEMBRO DE 2018 | 20
Segue dados de alguns setores para ser dados publicidade à sociedade ipuense.

Os dados abaixo são referentes ao NASF : Núcleo de Apoio a Saúde da Família. CAF : Central de Assistência Farmacêutica e CREUS : Central de Regulação do SUS.

NASF

Julho - 346

Agosto - 482

Setembro - 581

CAF

Julho - 1330

Agosto - 1238

Setembro - 1116

CRESUS .

Julho - 2633

Agosto - 3016

Setembro - 2730

Esse dados referem-se ao terceiro trimestre de 2018 e retratam o grande movimento que há nos setores citados.

Centro de Abastecimento Farmacêutico (CAF) FARMACIA

A Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF) é a unidade de assistência farmacêutica que serve para o armazenamento de medicamentos e correlatos, onde são realizadas atividades quanto à sua correta recepção, estocagem e distribuição.

A CAF exerce atividades operacionais e de planejamento, tais como:

Receber os produtos comprados acompanhados das notas fiscais e conferi-los, adotando as normas técnicas de recebimento de produtos farmacêuticos . O recebimento deve seguir a rotina escrita descrita no manual da farmácia;

Realizar os lançamentos de entrada por meio de sistema informatizado ou manualmente e guardar os produtos em locais apropriados de acordo com as normas técnicas;

Receber requisições das unidades assistenciais e da dispensação promovendo a separação, distribuição e registro de saída;

Realizar as atividades relacionadas à gestão de estoques;

Conservar os medicamentos em condições seguras, preservando a qualidade e permitindo o uso do sistema PEPS (primeiro a entrar, primeiro a sair, considerando o prazo de validade) para movimentação dos medicamentos;

Realizar levantamentos periódicos dos estoques e elaborar relatórios gerenciais.

O NASF é uma equipe composta por profissionais de diferentes áreas de conhecimento, que devem atuar de maneira integrada e apoiando os profissionais das Equipes Saúde da Família, das Equipes de Atenção Básica para populações específicas, compartilhando as práticas e saberes em saúde nos territórios sob responsabilidade destas equipes.

Criado com o objetivo de ampliar a abrangência e o escopo das ações da atenção básica, bem como sua resolubilidade, o NASF deve buscar contribuir para a integralidade do cuidado aos usuários do SUS, principalmente por intermédio da ampliação da clínica, auxiliando no aumento da capacidade de análise e de intervenção sobre problemas e necessidades de saúde, tanto em termos clínicos quanto sanitários e ambientais dentro dos territórios.

A Central de Regulação do Sistema Único de Saúde SUS é uma Central de Regulação integrada via Rede informatizada que em tempo real recebe e direciona as demandas via referencias municipal e intermunicipal de consultas especializadas e exames. Tudo isso através do conhecimento da capacidade de oferta de consultas e exames especializados públicos, contratados e conveniados que integram a rede SUS. A Central de Regulação fortalece a gestão compartilhada, pois é um instrumento de subsídio às decisões sobre a política municipal e sobre macro-políticas regionais e intersetoriais.

**Informações da Secretaria de Saúde (Publicação do Ipu Notícias).

Secretário de Saúde

Antônio Glaydson Martins

** Postagem de Afrânio Soares

 

Deixe seu comentário